PARCEIROS APOIADORES

Dívida de mais de R$ 6 milhões com precatórios poderá atingir funcionalismo municipal

O procurador jurídico do município, Ramzi Zeidan, confirmou durante entrevista na manhã desta segunda-feira (10), que a Prefeitura Municipal recebeu na semana passada um ordem judicial de pagamento a vista, de mais de R$ 6 milhões em dívidas com precatórios.

O valor poderá inclusive ser "sequestrado", ou seja, retirados dos cofres públicos pelo Governo do Estado, conforme explicou o procurados à Rádio RCC FM.

Em seus esclarecimentos Zeidan disse ainda que as parcelas, correspondente a 1,5 % da receita liquida do município, para o pagamento destes precatório, não são pagas desde 2013, o equivalente a 20 parcelas de R$ 230 mil. "O município está obrigado a quitar todos os precatórios até 2020. Vamos entrar em contato com Juíza responsável pelos precatórios em Porto Alegre, o mais rápido possível, pois se ocorrer o sequestro deste valor, vamos ficar inviabilizados este anos e certamente vamos começar a atrasar com o funcionalismo público também", alertou o procurador.

 

Déficit orçamentário

Um ex-assessor técnico em Planejamento da Prefeitura Municipal de Livramento e servidor aposentado, Zeno Cursino dos Santos, comentou em sua rede social que o valor dos precatórios correspondente a R$ 6,7 milhões e que a notícia preocupa bastante, pois a Prefeitura trabalhou com déficit de janeiro a abril deste ano, ou seja, receita arrecada foi de R$ 57.414.362, 73, enquanto a despesa atingiu R$ 68.869.664,43-gerando um déficit superior a quase R$ 11,5 milhões.

Compartilhar
RT
Please reload

Jorge Flores Paines 
Jornalista DRT-15097

Radialista DRT-5765

Quer Anunciar?

WhatsApp(55)98415-2150

© Copyright 2016 Correspondente O Repórter. Desenvolvido por Gath Soluções em TI