PARCEIROS APOIADORES

Brigada Militar apoia ação do Poder Judiciário frente ao regramento junto a BR

A Brigada Militar em Sant'Ana do Livramento através do comandante do 2º Regimento de Polícia Montada-RPMon, tenente-coronel Adilomar Jacson Silva, avalia como positiva determinação judicial expedida na última sexta-feira, dia 25 de novembro, onde a juíza Carla Barros Siqueira Palhares, da 2ª Vara Cível de Sant’Ana do Livramento, estabelece horário para o funcionamento dos estabelecimentos comerciais na avenida João Goulart – BR-158. O despacho se deu a partir da ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público em face do Município frente a situações de poluição sonora e transtornos gerados aos moradores da localidade, causando danos e risco à coletividade.

Regrar os hábitos da sociedade minimizará tragédias anunciadas Através do regramento, o horário de funcionamento dos estabelecimentos ficarão da seguinte forma: “das 8h às 22h de domingo à quinta-feira e das 8h às 23h nas sextas, sábados e vésperas de feriados, restando autorizado o funcionamento das 08h às 02h nas vésperas dos feriados de Natal, Ano Novo e Carnaval”. O Comandante do 2º RPMon destaca que a ação tem apoio da Brigada Militar e salienta que as ações serão mantidas contando com o apoio dos moradores das imediações, os quais foram o fator desencadeante para a ação, tanto policial quanto do Poder Judiciário, pois a limitação representa equilibrar as relações tanto em âmbito individual ou coletivo, patrimonial ou laboral, visando minimizar hábitos e conduta contrários a paz pública, bem como, minimizar fatores de risco.

Últimos acontecimentos

Frente aos últimos acontecimentos de desordem, o comandante vem a público agradecer a todos que solidarizaram-se com a tentativa de homicídio frente ao soldado Martins, membro do efetivo do Pelotão de Operações Especiais que estava de serviço junto ao efetivo da Brigada Militar. O efetivo que foi empregado com o intuito de prestar segurança as pessoas que estavam junto ao local.

Ressalta que neste último semestre, a conduta e hábitos dos frequentadores de casas noturnas e estabelecimentos comerciais bem preocupando a Brigada Militar e potencializando o contato com atores sociais de nossa Fronteira, pois o efetivo que diuturnamente encontra-se de serviço busca zelar pela segurança e paz pública.

Fortalecer as ações com o apoio da comunidade é o maior norte para nossa sociedade

O comandante destaca ainda que as pessoas devem compreender que viver em sociedade é saber seus limites e conquistar suas necessidades, tendo no regramento jurídico seu horizonte. Com esta reflexão convida a comunidade para refletir frente a ação que o Estado sofreu tendo vitimado o soldado da Brigada Militar pois quando um servidor no exercício da função é agredido, todos os cidadãos ordeiros são agredidos, quando apoiamos ações contrárias a ordem social, estamos potencializando fatores de risco para nossa comunidade e como reflexo, construindo nossa insegurança.

Jorge Flores Paines 
Jornalista DRT-15097

Radialista DRT-5765

Quer Anunciar?

WhatsApp(55)98415-2150

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now