PARCEIROS APOIADORES

Trabalhadores aguardam prazo legal para iniciar greve na Santa Casa de Livramento

“Não aguentamos mais esta situação”. Com este desabafo os trabalhadores do Hospital Santa Casa de Livramento decidiram em massa, neste início de semana entrar em greve a partir desta quarta ou quinta-feira, dias 14 e 15. Tudo depende dos ajustes e trâmites legais exigidos por lei, como a notificação as autoridades, ao prefeito que é o atual gestor do hospital, Justiça do Trabalho e Ministério Público do Trabalho, avaliou o presidente do Sindisaúde de Livramento, Silvio Vidart Madruga.

A situação vem se arrastando há mais de três anos, com atrasos salariais, falta de pagamento do FGTS, do 13º salário e vale alimentação, diz Silvio, lembrando que estão com salários atrasados desde janeiro deste ano.

Na semana passada, com apoio da Federação dos Trabalhadores em Saúde do RS – FEESSERS e Sindisaúdes filiados de todo o estado e mulheres do MST foram realizados atos de solidariedade e participação em reunião com o prefeito Silmar Gonçalves , onde foi cobrada uma atenção maior ao caso da Santa Casa e um esforço ainda maior para encontrar uma solução definitiva para a instituição, na qual os trabalhadores possam voltar a trabalhar tranquilos.

Conselho Gestor

O único sopro de esperança até o momento foi a reativação do Conselho Gestor, diz Silvio Madruga, criado pela prefeitura e que agora incluiu novas entidades como OAB e MPA. No entanto, finaliza, isto também exige tempo de espera e organização, o tempo que os trabalhadores não tem mais.

Comitê de Greve

Será formado um Comitê de Greve entre os trabalhadores, com autonomia para negociar junto à administração da Santa Casa e discutir com o conjunto de funcionários as decisões seguintes. Só queremos dignidade, assegura o presidente do Sindisaúde.

Fonte: FEESSERS

-Silvio madrugada destacou que a categoria reivindica pagamento dos 50% dos salários de dezembro de 2017; FGTS que acumula atrasado de 03 há 04 anos; vale alimentação que vai fechar 02 anos de atraso e uma parcela do 13º salário, ainda do ano de 2016

-Foi ventilada uma possibilidade de negociação para evitar a greve com o pagamento de parte dos valores devidos aos funcionários, segundo fontes extra-oficiais.

Conselho Gestor se reúne na Prefeitura

O Conselho Gestor da Santa Casa de Misericórdia reuniu-se na segunda-feira (12), no Salão Nobre da Prefeitura Municipal. Além do secretário de Saúde, Sergio Aragon e do diretor administrativo do hospital, Wainer Machado, o encontro contou também com a participação de representações do SindiSaúde, do corpo clínico do hospital, da Unamos, do Poder Legislativo, da Unimed e do SISPREM.

A poucas horas do anúncio de greve dos servidores e a poucos dias do fim do decreto de intervenção municipal no hospital, o grupo se organiza na formação de um novo Conselho, para formular o novo Estatuto da Santa Casa. Além das organizações presentes na reunião, o Conselho deverá contar ainda com representações da ACIL e da OAB. Durante o encontro, as questões financeiras do Hospital voltaram a ser abordadas. A expectativa da administração do Hospital, é que nesta semana, o Governo Estadual realize alguns repasses, que serão destinados para a folha salarial.

Com repasses atrasados, e consequentemente, o pagamento da folha salarial, o Hospital busca alternativas para equilibrar as finanças e continuar com o bom atendimento que é prestado atualmente – mesmo com toda a dificuldade.

Fonte: Assessoria de Comunicação/Prefeitura Municipal

Jorge Flores Paines 
Jornalista DRT-15097

Radialista DRT-5765

Quer Anunciar?

WhatsApp(55)98415-2150

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now