PARCEIROS APOIADORES

Presos suspeitos de assaltos a bancos, lotérica e casa de câmbio no RS e no Uruguai

A Polícia Civil prendeu, na manhã desta terça-feira (21), dois suspeitos de envolvimento em ataques a dois bancos, uma lotérica e uma cooperativa agrícola no Rio Grande do Sul, além de assalto a uma casa de câmbio no Uruguai. Na operação, 47 agentes cumprem quatro mandados de prisão preventiva e 13 de busca e apreensão em Gravataí, Cachoeirinha, Novo Hamburgo, São Leopoldo, Capela de Santana e Bagé.

Três suspeitos de integrarem a quadrilha já haviam sido presos anteriormente – entre eles, um PM investigado por envolvimento em roubo à agência bancária no Vale do Taquari e um homem que já foi considerado um dos 10 criminosos mais procurados do Estado. A ação realizada nesta terça envolve duas ações simultâneas coordenadas pela Delegacia de Roubos do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), na Região Metropolitana, e pela Delegacia Especial em Furto, Roubo, Entorpecentes e Captura (Defrec) de Bagé, na Campanha. São, respectivamente, as operações Vespasiano e Jaguarão.

As ações investigam os crimes de roubos a estabelecimentos bancários e comerciais, além de organização e associação criminosa. Os suspeitos presos nesta manhã são Carlos Alexandre dos Santos Xavier, detido em Gravataí, e Aldacir da Maia, em São Leopoldo.

Os delegados João Paulo de Abreu e Cristiano Ritta, responsáveis pela investigação, informaram que a base do grupo é a região metropolitana de Porto Alegre, mas com integrantes cooptados em outras localidades. O terceiro mandado de prisão cumprido nesta manhã foi contra um brigadiano, que já responde a Inquérito Policial Militar e que não teve o nome divulgado.

Assaltos Os roubos ocorreram desde o ano passado no Uruguai, quando uma casa de câmbio foi assaltada, e na cidade de Aceguá, na Campanha, quando foram atacadas uma agência do Sicredi e a Cooperativa Camal, além do Banrisul e de uma lotérica em Vespasiano Corrêa, no Vale do Taquari. Os dois primeiros crimes ocorreram no segundo semestre do ano passado e o último, em maio deste ano, quando houve perseguição policial e confronto.

Na ocasião, três suspeitos foram presos – um deles constava na época como um dos 10 criminosos mais procurados do Estado. Durante a troca de tiros, dois suspeitos foram mortos.

Foto: Ronaldo Bernardi / Agência RBS

Fonte: GaúchaZH

Jorge Flores Paines 
Jornalista DRT-15097

Radialista DRT-5765

Quer Anunciar?

WhatsApp(55)98415-2150

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now