PARCEIROS APOIADORES

Ministério Público e Polícia Civil transferem líder de facção para a Pasc

O Ministério Público, por intermédio Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) - Núcleo Fronteira Oeste, e a Polícia Civil, através da Defrec de Bagé, com o apoio da Brigada Militar e Susepe, desencadearam na manhã de sábado (25), a Operação Pulso Forte. O nome é alusivo à Operação Pulso Firme, que há cerca de um ano realizou a transferência de 27 líderes de facções para presídios federais.

A operação teve por objetivo a transferência para a Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (PASC) do preso Tiago Rafael Legis Ferreira, líder de uma facção criminosa atuante em Bagé, responsável pela prática de inúmeros crimes na região da campanha, especialmente roubos a óticas, joalherias, tráfico de drogas, latrocínio. Nesta última semana, houve também o sequestro de um empresário. esses crimes foram cometidos sob o comando de Tiago Rafael, que até então se encontrava preso em Pelotas.

A operação foi coordenada pelo promotor de Justiça do Gaeco Fronteira Oeste, Cláudio Rafael Morosin Rodrigues, e pelo delegado de Polícia Cristiano Ritta. Participaram ainda da ação policiais civis, PMs e agentes da Susepe. A transferência foi autorizada pelo Poder Judiciário.