PARCEIROS APOIADORES

Eletrosul e empresas chinesas fecham parceria para energia limpa no RS

Uma parceria entre as empresas chinesas Shanghai Electric e Zhejiang Energy e a estatal brasileira Eletrosul vai viabilizar o investimento de $ 3,967 bilhões na implantação e operação de empreendimentos de transmissão de energia elétrica no Rio Grande do Sul.

Está prevista no documento firmado a constituição da Sociedade de Propósito Específico (SPE), denominada SZE Transmissora de Energia Elétrica S/A. Serão construídos1,9 mil quilômetros de linhas de transmissão, oito novas subestações e ampliadas 14 subestações já existentes. O acordo é resultado da chamada pública lançada em 2016 para seleção de interessados em parceria para implantação do Lote A do Leilão Aneel 004/2014. “Quando uma empresa ou mais desejarem investir no Rio Grande do Sul, esse é um sinal de confiança e também de que o Estado abre as portas para quem deseja investir aqui. Esses documentos são um reconhecimento de que o Rio Grande é um estado moderno, que se desfez das amarras burocráticas para viabilizar novos empreendimentos”, afirmou o governador José Ivo Sartori.

De acordo com a secretária de Minas e Energia, Susana Kakuta, este acordo representa a possibilidade de aumento da energia em até quatro gigawatts, ou 50% da capacidade já disponível. “Além disso, serão criados 11 mil empregos, entre diretos e indiretos, numa área de abrangência de 59 municípios”, informa.

Escoamento

O Lote A, segundo Susana Kakuta, possibilita também o aumento da geração de energia limpa no estado e viabiliza o escoamento de energia de futuros parques eólicos gaúchos. “Isso quer dizer que voltamos ao jogo da competição nacional em projetos energéticos”, acrescenta.

Em nome da Zhejiang Energy, o executivo Chai Xiqiang destacou os recursos naturais do Rio Grande do Sul, “que fazem do estado um espaço muito bom para investimento”. A empresa já investiu também em uma hidrelétrica em Minas Gerais e está otimista com relação ao mercado gaúcho.

Durante o ato, também foram entregues certificados de Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) para a SZE, de Cadastro de Tributos Estaduais-Inscrição Estadual e licenças ambientais em diferentes trechos para implantação de projetos eólicos e termoelétricos.

Estiveram presentes as secretárias do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Ana Pellini, e de Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos, Maria Helena Sartori, e os secretários de Planejamento, Governança e Gestão, Josué Barbosa, da Fazenda, Luiz Antônio Bins, e dos Transportes, Humberto Canuso, o presidente da Eletrobras e do Conselho da Eletrosul, Wilson Ferreira Júnior, os executivos Li Xiaoming (da Shanghai) e Chai Xiqiang (da Zhejiang Energy), e a cônsul-geral da República Popular da China em São Paulo, Chen Peijie.

Geração de energia nova

O mais difícil, conforme Wilson Júnior, foi fechar as parcerias que salvaram o lote A, o que aconteceu e foi assinado em cerimônia no Palácio Piratini . A Eletrosul terá 27% na SZE. Para o Estado, o grande benefício da linha - disse a secretária Kakuta - será a retomada dos empreendimentos de geração de energia limpa (eólica e solar fotovoltaica) e biomassa. O presidente da Eletrosul acrescentou ainda o desenvolvimento do polo carbonífero do RS.

Havendo capacidade de transmissão de energia, o que ocorrerá com as obras do lote A, investidores terão interesse em tocar projetos de geração, prevê a secretária. Das 44 licenças requisitadas pela SPE, 39 foram já concedidas pelos órgãos licenciadores, como a Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam).

Ao todo são quatro sublotes, que compõe o lote A. A linha de transmissão passará por cidades como Porto Alegre, Guaíba, Viamão, Gravataí, Osório, Capivari do Sul, Alegrete, Santa Maria, Candiota, Sant'Ana do Livramento, Maçambará e Santa Vitória do Palmar, entre outras localidades.

A primeira estatal chinesa, Shangai Electric, tem mais de 12 mil funcionários e fabrica equipamento de geração de energia na China. A Zhejiang atua na geração de energia elétrica, óleo, gás carvão e serviços. Emprega 23 mil pessoas das quais 45% são estudantes de graduação.

Foto: Dani Barcellos/ Palácio Piratini

Jorge Flores Paines 
Jornalista DRT-15097

Radialista DRT-5765

Quer Anunciar?

WhatsApp(55)98415-2150

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now