PARCEIROS APOIADORES

PF desarticula quadrilhas que movimentavam mais de R$ 2,5 milhões por mês em contrabando de cigarros

A Polícia Federal divulgou na manhã desta quarta-feira (10), que deflagou a Operação Pancada, para desarticular duas grandes organizações criminosas investigadas por comercializar irregularmente cigarros contrabandeados ou distribuídos com sonegação de tributos. Cerca de 250 policiais federais cumprem 16 mandados de prisão e 66 de busca e apreensão nos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.

A investigação iniciou em março de 2018 quando a Polícia Federal descobriu um depósito em Rio Grande com 380 mil maços de cigarros estrangeiros, avaliados em R$ 2 milhões. Na ocasião, quatro pessoas foram presas em flagrante.

A investigação constatou a atuação de organizações criminosas que distribuíam, na zona sul do Estado, cigarros contrabandeados e, também, produzidos clandestinamente no País, de marcas idênticas às paraguaias. O preço do produto falsificado, muitas vezes, era inferior ao do cigarro contrabandeado.

Estima-se que as organizações criminosas movimentavam mais de R$ 2,5 milhões por mês com a distribuição de meio milhão de maços de cigarro na região. A investigação teve o apoio da Receita Federal e da Polícia Rodoviária Federal.

Jorge Flores Paines 
Jornalista DRT-15097

Radialista DRT-5765

Quer Anunciar?

WhatsApp(55)98415-2150

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now