PARCEIROS APOIADORES

Caixa Econômica reduz taxa de juros para compra da casa própria

31/10/2019

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quarta-feira (30) redução de até 1 ponto percentual nas taxas de juros para os financiamentos imobiliários com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos (SBPE). 

A menor taxa teve redução de 0,75 ponto percentual passando de 7,5% ao ano para 6,75% ao ano mais a TR. A maior teve redução de 1 ponto percentual baixando de 9,5% ao ano para 8,5% ao ano mais a TR. As taxas valem para novos contratos firmados partir do dia 6 de novembro.

A mudança é válida para financiamentos com saldo devedor corrigido pela TR no âmbito do Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e do Sistema Financeiro Imobiliário (SFI).

Esse é o terceiro anúncio de redução de juros para a compra da casa própria em 2019 e segunda no mês de outubro. No último dia 8 houve redução de até 1 ponto percentual das taxas de juros para financiamentos com recursos do SBPE. Em junho, a Caixa reduziu em até 1,25 pontos percentuais as taxas, além de anunciar alternativas para renegociação de contratos habitacionais para pessoa físicas.

“A Caixa é o banco de todos os brasileiros e trabalha com políticas diferenciadas de juros para oferecer à população as melhores condições de aquisição da casa própria” disse o presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

Segundo ele, em 2019 a Caixa firmou 365 mil contratos de financiamento habitacional, beneficiando mais de R$ 1,3 milhão de pessoas. Guimarães disse ainda que a demanda por crédito imobiliário tem sido crescente. “Temos tido uma demanda recorde. Fazia anos que a Caixa não tinha uma demanda tão forte em relação a crédito imobiliário. Com essa nova redução conseguimos ter taxas menores, com recurso próprios da Caixa, inferiores a faixa superior do Minha Casa, Minha Vida”, disse.

Correção de taxas pelo IPCA

Em agosto, a Caixa anunciou a possibilidade de crédito para aquisição de imóveis residenciais com taxas corrigidas pela inflação oficial medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Antes, os financiamentos habitacionais eram corrigidos apenas pela Taxa Referencial (TR).

 

Fonte: Governo Federal

Foto: José Cruz/Agência Brasil

 

Compartilhar
RT
Please reload

Jorge Flores Paines 
Jornalista DRT-15097

Radialista DRT-5765

Quer Anunciar?

WhatsApp(55)98415-2150

© Copyright 2016 Correspondente O Repórter. Desenvolvido por Gath Soluções em TI