PARCEIROS APOIADORES

Brigadianos mobilizados em Livramento contra o pacote do Governo Eduardo Leite

16/12/2019

A Associação Beneficente Antônio Mendes Filho de Sant´Ana do Livramento, na fronteira com o Uruguay, informou que Livramento amanheceu nesta segunda-feira (16), com protesto de Policiais Militares que realizam manifesto contra os projetos do governador Eduardo Leite que muda a carreira do funcionalismo público e conduz a segurança pública ao caos.

Faixas, cartazes e indignação estão sendo as armas usadas pelos Brigadianos e Brigadianas que, nas primeiras horas da manhã desta segunda feira, 16 de Dezembro de 2019, barraram saídas de viaturas do modulo localizado na entrada da cidade, estratégia usada pelo comando para descentralizar a troca de turno que normalmente é feita no quartel.

Conforme os Brigadianos, a mobilização será em caráter permanente contra as medidas propostas pelo governo estadual e, além deste ato, outras ações deverão ocorrer com objetivo de conscientizar a opinião pública e sensibilizar a classe Política sobre as graves consequências que o projeto acarretará não só para os servidores, mas para a sociedade gaúcha de uma forma geral.

 

Dia D

O governador Eduardo Leite chega à véspera da votação do pacote do funcionalismo ainda tentando obter a adesão do maior partido na Assembleia Legislativa. Com oito deputados e disposto a adiar parte dos projetos para janeiro, o MDB terá papel decisivo na reforma do Estado proposta pelo tucano. Uma reunião com a bancada emedebista, marcada para o final da tarde desta segunda-feira (16), no Palácio Piratini, poderá selar o êxito ou o fracasso da empreitada governista. (GaúchaZH)

Base aliada

Depois de ter se reunido com deputados da base aliada nas últimas semanas, o governador Eduardo Leite apresentou, na semana passada, em almoço no Galpão Crioulo, no Palácio Piratini, ajustes em um dos projetos da Reforma RS. A reunião teve a presença de 33 deputados estaduais, acompanhados dos coordenadores das bancadas dos partidos.

A mudança foi feita na proposta que moderniza a carreira do magistério. Agora, o governo do Estado propõe, no projeto, mais um nível na tabela, maior intervalo entre os níveis, aumento de 19,8% em três anos e a realização de um novo concurso. A expectativa é que, com as alterações, os deputados se sintam aptos a votar na próxima semana.

Compartilhar
RT
Please reload

Jorge Flores Paines 
Jornalista DRT-15097

Radialista DRT-5765

Quer Anunciar?

WhatsApp(55)98415-2150

© Copyright 2016 Correspondente O Repórter. Desenvolvido por Gath Soluções em TI

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now