PARCEIROS APOIADORES

Quem deve bancar as despesas com cartório na negociação de um imóvel em Porto Alegre?

22/05/2020

Se vai mudar para Porto Alegre, está no processo de compra de um imóvel e se sente meio perdido em relação a documentação, negociação e quem deve arcar com o custo de todo esse processo, está no portal certo amigo.

Você vai perceber ao decorrer do texto, que escolher dentro da cidade um bom bairro e um dos melhores apartamentos em Porto Alegre que se encaixe nos seus critérios foi a parte mais fácil do inicio da sua mudança de vida, depois que você entende como funciona o financiamento, todo o processo de documentação do imóvel e quem e como arcar com as despesas do cartório, claro que tudo isso vai ser recompensador no final, mas o caminho a ser traçado até chegar ao fim, demanda um certo tempo e escolher seu imóvel foi só a primeira etapa é a mais fácil e rápida desse processo todo.

  E esse artigo foi escrito exatamente para lhe explicar o assunto e deixar você mais informado de como tudo isso funciona!

 

 Dentro do processo de negociação do imóvel, há vários documentos envolvidos para regulamentação da compra ou venda do imóvel e já vou te adiantando que é melhor que você tenha guardado um dinheiro extra para esses documentos, pois eles tem um certo custo, já que é o cartório quem faz eles serem validos para você.

Então é aconselhável que você faça um planejamento financeiro para não sair nada fora do esperado e a compra do imóvel não seja prejudicada por conta disso.

 

Enquanto a quem deve arcar com as despesas, é sempre o comprador! A menos que quem efetuou a compra tenha feito algum tipo de negociação com o responsável pela venda do mesmo.

 

 As despesas a serem pagas pelo comprador são a escritura, registro e o Imposto Sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI). E quem fica com os documentos referentes ao registro com os dados do proprietário legal do imóvel é o próprio cartório.

 

O valor que é comprado por esses documentos variam de estado para estado, devido a diferença de taxas cobradas por eles e valor de cada imóvel. O custo desses documentos é o equivalente a aproximadamente 4,5% do valor total deste imóvel.

 

Mesmo que você não vá comprar utilizando o recurso de financiamento, que necessariamente não precisa se pagar a escritura a parte, ter ele em mãos é essencial, porque nela que estão todas as informações sobre as dimensões e dados do proprietário. Que deve ser escrita sob a responsabilidade do tabelião e registrada em um livro onde fica o histórico do imóvel.

 

Ok, agora que você já sabe quem deve arcar com as despesas e a documentação do processo para comprar as casas em Porto Alegre ou até mesmo nas casas para alugar em Porto Alegre, vamos ver quanto custa por completo o valor do imóvel.

 

Primeiramente você deve ter todos os documentos envolvidos nesse processo:

 

    Documentos do imóvel:

  • Matrícula atualizada

  • Certidão da Situação Fiscal do IPTU

  • Documento necessário para a comprovação de que o imóvel é habitável (Habite-se)

  • Certidão Enfitêutica

    Documentação do vendedor;

  • RG e CPF

  • Certidão de casamento ou união estável, caso tiver

  • Certidões negativas

     Documentação do comprador:

  • RG e CPF

  • Certidão de casamento ou união estável, caso tiver

  • Comprovante de renda

  • Comprovante de residência

  • Carteira de trabalho

  • Extrato FGTS

  • Declaração de imposto de renda, caso tenha solicitado

 Agora vamos as despesas, quanto custa a compra de um imóvel?

 

 Supondo que o imóvel que escolheu em Porto alegre do seu interesse custa R$300.00,00 certo…

  • ITBI cobrado no Rio Grande do Sul é de 3% logo o valor seria de R$9.000,00

  • Corretagem de 6%, R$18.000,00

  • Cartório de notas, R$4.000,00

  • Cartório de registro de imóveis, R$3.000,00

 Custando no total R$34.000,00.    

 

 O trabalho para comprar uma propriedade exige tempo, esforço e dinheiro, mas vale muito a pena!

 

 Morar em Porto Alegre é uma ótima opção para quem deseja morar em um local aconchegante e diversificado, com aproximadamente 1.479.101 habitante.

 Caso você for do tipo que gosta de aprender coisas novas e quer investir em conhecimento, a capital é repleta de universidades de qualidade, colégios bons e escolas que dão cursos de línguas e profissionalizantes. A Orla de Guaíba reserva muitos atrativos para o seu lazer, para gastar o seu tempo livre e sair da rotina.

 Emprego na região não é um problema, há muitas empresas, indústrias e o comércio que é grande e abrange muitas áreas do mercado.

 Ou seja, emprego, lazer e conforto não faltam para os habitantes da região!

 

Esse artigo lhe ajudou a entender mais sobre a documentação e negociação de imóveis? Então compartilhe em suas redes sociais!

 

Compartilhar
RT
Please reload

Jorge Flores Paines 
Jornalista DRT-15097

Radialista DRT-5765

Quer Anunciar?

WhatsApp(55)98415-2150

© Copyright 2016 Correspondente O Repórter. Desenvolvido por Gath Soluções em TI